Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COPACABANA

Copacabana

Jorge Linhaça

 

Um corpo projeta-se  no ar

rumo ao asfalto molhado

Sonhos perdidos

medo incessante

Insegurança.

Lá embaixo nada muda

o movimento continua.

O corpo da mulher nua

parece parado no ar.

tantas imagens

lembranças

desesperanças

Ao longe o barulho do mar...

Poema de morte

de pouca sorte

poema da vida

já combalida

A sirene toca escandalosa

acaba o pesadelo

é hora de despertar.

 

Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 18/09/2007
Reeditado em 23/03/2014
Código do texto: T658613
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 56 anos
3724 textos (727384 leituras)
95 áudios (13154 audições)
1 e-livros (278 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 22:43)
Jorge Linhaça