Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ONDE HAVERÁ ?
Juliana Valis



Falta-me o soturno véu das circunstâncias,

Meu céu é ápice de uma aurora em profusão,

Agora, em alma, além das discrepâncias

E dos delírios que, sem calma, já se vão...




Onde, então, haverá preciso escudo

Contra o martírio do caos, de toda dor ?

Talvez o verso ainda sonhe, mas tão mudo,

Que o coração se faz disperso, assim, no amor...



Não, não procure qualquer lógica emocional,

Sobretudo nas assimetrias hiperbólicas da ilusão !

Quantos dias já flutuam, bem ou mal,

Pelos labirintos das paixões que já se vão ?



Ah, corações, não se prendam à efemeridade

Da matéria, do suor, do que nos traz

As algemas que nos prendem à saudade,

Desejo é cíclico, enquanto a alma pede paz.




Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 19/09/2007
Reeditado em 19/09/2007
Código do texto: T659967

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (883866 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 12:20)
Juliana Silva Valis