Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LUZ DOS MEUS OLHOS

A LUZ QUE TODOS TEMOS DA VIDA
É TÃO RETA COMO A LUZ DO SOL
CONFIAMOS NELA E DEIXAMO-NOS DIRECIONAR POR ELA INCONDICIONALMENTE

A VISÃO É RETA, MAS SEU CURSO ENCONTRA BARREIRAS
PROJETANDO SOMBRAS DE DECEPÇÃO ESCABROSA
O QUE NOS RESTA É A FRUSTRAÇÃO DOLOROSA
E FECHAMOS OS OLHOS À ESPERANÇA

QUERO CONFIAR NAS PESSOAS, AMÁ-LAS COM TODA ALMA
VIVER LADO A LADO, DE MÃOS DADAS A CAMINHAR
REPARTIR MINHA ALEGRIA E FAZER O MEU SONHO UNIR-SE AOS SONHOS ALHEIOS, MAS ISTO É IMPOSSÍVEL

A LUZ DOS MEUS OLHOS RECUA
LIMITA-SE AO MEU AMBIENTE INTERNO, COMO UM CARACOL AMEAÇADO
VEM A SOLIDÃO, A NECESSIDADE DE COMPANHEIRISMO
E ACANHADO, REINICIO A MINHA TRISTE JORNADA QUE CONSIDERO FATOR ESSENCIAL PARA SER FELIZ: A FRATERNIDADE

03/03/2005
Mário Natho
Enviado por Mário Natho em 20/09/2007
Reeditado em 20/09/2007
Código do texto: T660425
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Natho
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
90 textos (21787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 06:50)
Mário Natho