Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLITÁRIA SEM CAUSA

Sou uma solitária sem causa nenhuma, estou tão só por mim mesma. E quando amanhece o dia, essa mania me guia, quero tanto uma alegria. Estrondosamente, prefiro esconder a crer que isso tudo é simplesmente por minha culpa e de mais ninguém. Além de não saber o por quê, não consigo entender, gostaria de saber. Ligo a TV, o que posso fazer? Nada é por querer, sinto doer e me faz tremer. Ligo o Rádio, estou em pleno estágio. Levantar, me refazer, mas que cansaço reviver, reconstruir, nada tenho a dizer, sinto querer você.
Natália Freitas
Enviado por Natália Freitas em 21/09/2007
Código do texto: T661853
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Natália Freitas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
62 textos (3604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 21:58)
Natália Freitas