Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que resta?

Quando
 oscilante entre a Ausência
do tempo
e o tempo da ausência
o riso
se transforma em esgar
 o rosto
em espelho crispado
e as amêndoas dos olhos
inclinam-se
Para um lugar quimérico

Quando o silêncio preenche
As pausas do esvaziado cantar
E as estrelas deslizam
Como chuva
num bailado borrascoso
Anunciando terramotos
E maremotos

 O que resta?

Manuel C. Amor
Horta, Agosto, 2007
Manuel C Amor
Enviado por Manuel C Amor em 21/09/2007
Código do texto: T662627

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel C Amor
Horta - Açores - Portugal
46 textos (685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 08:26)
Manuel C Amor