Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MÔNICA, RENAN CALHEIROS & CIA.

Nem todas tem este privilégio
De ser amante de um senador
Mesmo que ele seja corrupto
Por isto na mídia hoje estou.

Vou pousar nua na playboy
E vocês vão ver que mulherão
Verão todas as minhas curvas
Matarei os homens de tesão.

No banco vou ter muito dinheiro
Comprar carro novo, e o que eu quiser
Devo Tudo isto ao Calheiros
Que me entreguei como mulher.

Nossa que grande anarquia
Fizeram com o pobre coitado
Só porque pagou a minha pensão
Com o dinheiro do Estado.

Quase que Ele foi cassado
Por ter me tido, e outras coisas mais
Mas lá teve um grande deputado
O ajudou a permanecer no senado.

Por isto tenho que agradecer
A este grande homem do PT
Seu nome, Aloísio Mercadante
Não votou, preferiu se abster.

Sua abstenção foi a salvação
De meu amante senador
Teve quarenta votos contra
E trinta e cinco a favor.

Se fosse quarenta e um
Ele teria sido cassado
Mais uma vez te agradeço
Mercadante, grande deputado.

Com esta minha ascensão
Já estou até pensando
Um dia vir a ser política
No congresso, ou no senado votando.

Eu e a Marta Suplicy
Estando de lado a lado
Ela Disse, relaxe e goze
Estando lá, ajudarei-a a dar o recado.

Vocês já devem saber meu nome
Me chamo Mônica,de novo vou dizer.
Nenhum problema eu fazer isto
Se nua na playboy  vou aparecer.

Deixo aqui minha propaganda
Não deixem de comprar a revista
Pode ser que lá venha a ter
Até uma minha entrevista.

09.10.2007 -- Edições da Revista
Playboy com Mônica veloso chega
às bancas de revista.
..............................
Gente aqui estou de novo
Eu vim lhes avisar
Cheguei hoje nas bancas
Na playboy,tou nua de arrasar.

Não tem revista que chega
Todo o povo quer comprar
Os senadores estão receiosos
De minha beleza comentar.

Querem comprar a revista
Estão com medo de se comprometer
Alguns deles mandam seus acessores
Comprar a revista, para em casa me ver.

Meu amante deve estar orgulhoso
Pois só ele pode me ter
Me teve, o tanto que quiz
Ainda conseguiu se manter no poder.

Fui o pivô de uma crise
De projeção nacional
Por causa de minha pensão
Que foi paga de forma ilegal.

Vocês aqui do Recanto
São poetas cavalheiros
Ainda sou Mônica Veloso
Serei um dia Mônica Calheiros.




direitos autorais reservados ao autor.



Tonydicapri
Enviado por Tonydicapri em 22/09/2007
Reeditado em 10/10/2007
Código do texto: T663131

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Tonydicapri
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
200 textos (57958 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:39)
Tonydicapri