Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Inocência" = Poesia=

Eu acreditava em tudo que me diziam
Tinha certeza de que Deus me vigiava
Achava que os adultos jamais mentiam
E antes de ir pra caminha eu rezava

Eu achava que os padres eram caridosos
Que um Anjo da Guarda me protegia
Que só faziam o sinal da cruz os bondosos
Que maldades só em histórias existiam

Eu pensava que a violência morava afastado
Tão longe que jamais a conheceria
Que ela morava em um país desgraçado
Que os jornais chamavam de Periferia

Eu tinha certeza de que as mulheres à toa
Eram apenas as que não tinham o que fazer
Que levavam a vida sem trabalhar, numa boa
E que a elas jamais chegaria um dia a conhecer

Acreditava piamente naquilo que me contavam
Não sabia que quem conta aumenta um ponto
E quando as coisas até mim chegavam
Eram tantas e tão novas que me deixavam tonto

Que pena! Eu cresci. Estudei. Eu li
Eu vivi. Convivi. Integrei-me. Entreguei-me
Caí na voragem da vida adulta. Apodreci
Tornei-me adulto. Errei. Pequei. Conheci-me.
Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 22/09/2007
Reeditado em 22/09/2007
Código do texto: T663339

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (191133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 23:19)
Fernando Brandi