Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHUVA DA SAUDADE

Naquela madrugada que não passava,
ela tremendo, em mim encostava
murmurando, assim me dizia.
-Fique bem pertinho de mim,
sinto me tão protegida assim...
Era medo, da chuva que caía...

Pelas batidas de seu coração,
eu notava, toda sua aflição,
quando no quarto, tudo clareava...
Bem baixinho ia me falando,
por proteção procurando,
o meu corpo, ela apertava...

Por longo tempo permanecia,
e de junto de mim não saía
nos embrulhava, com um lençol...
Me lembro, que a tempestade,
só me trazia a felicidade,
enquanto não vinha o sol...

Ontem a noite, quando chovia,
estar com ela, tanto queria,
mas agora...Só resta recordação.
Enquanto nela estava pensando
e certo, que estava procurando,
em outro corpo a proteção...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 22/09/2007
Reeditado em 29/10/2008
Código do texto: T663749
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2597 textos (229959 leituras)
31 e-livros (2314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:07)
GIL DE OLIVE