Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inovação


Cadê a rima da rica poesia?
onde se encontram os versos coloridos?
e onde esconderam a régua do poeta?
Quem sabe um pé quebrado renda mais que o escandido
 
Inconseqüente é o eu que clama pela letra
olhos atentos nas palavras que muito me avisam
que o papel vazio fora um grande desafio
transpassado pela aguda lança que é a ponta da caneta
 
Poetizar custa caro ao entendimento
um refúgio ao insano apaixonado escritor
que de um fluxo expressa, na dor, o amor desatinado
 
Cadê a rima da rica poesia?
Brancos, livres. Que opção!
Vou rimar novidade com o gênesis do meu escrever
Marcelo Viana
Enviado por Marcelo Viana em 22/09/2007
Código do texto: T663967
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Viana
Fortaleza - Ceará - Brasil, 34 anos
13 textos (611 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:34)
Marcelo Viana