Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como?

Como definir a certeza
quando o que se persegue é totalmente incerto.
Se as tardes cabem na palma da tua mão
e as noites dotam-se de infinito,
calculando a força exata das minhas angústias.

Como definir a transparência
se tudo o que se vê é nublado.
Se as vozes que chamam pela nossa volta
enchem-se de vaidade ao ter-nos perto dos olhos
e esquecem o grande motivo dos seus chamados.

Como definir a vontade de amar
quando a simplicidade da existência do amor
torna-se a mais complicada das fórmulas de felicidade.
Se no teu seio eu tenho a liberdade que me esquece no mundo
e da minha boca desatam as frases mais pervertidas e debochadas que brotam na minha mente.

Como se eu nem sei o que é fato e o que é sonho
no meio das idéias e dos sentimentos que vagam sem ter sentido na minha cabeça.
Como, se eu não sei amar...
Sombra Frenética
Enviado por Sombra Frenética em 22/09/2007
Código do texto: T664001

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sombra Frenética
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
33 textos (3888 leituras)
5 áudios (277 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 17:33)
Sombra Frenética