Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As palavras penetram a alma

 

Há tantos perdidos, desencontrados
Que precisam ser achados
Que vivem entre ocultos prantos... sonhos, ilusões
Que se escondem em alegorias
Para que representem ser felizes 
Omitindo assim, suas ocultas feridas
Que não cura, porque insiste 
Em manter escondidas.

 

As palavras penetram
E entram nestes labirintos
Pelos sentimentos que não há como esconder  
E então, se aflora, e explora as emoções
Trazendo a tona para o lado de fora
Ainda que muito embora
Queira-se trancafiar entre sete chaves
Estas dores que vivem torturar a alma.

 

As palavras certas, nas horas certas
Tornam se torrentes, correntezas 
Que penetram nas fendas obscuras
Produzindo lágrimas 
Abrindo assim as comportas da alma.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 22/09/2007
Código do texto: T664130
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
5339 textos (1250544 leituras)
5 e-livros (11958 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 19:01)
Ataíde Lemos

Site do Escritor