Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA DA RUA TRISTE /


            POEMA TRISTE, LAGOA MORTA CÉU CINZENTO
                   CAMINHO TORTO, PALHAÇO MORTO
           RIOS DE SANGUE LAVANDO MEUS PENSAMENTOS.

 REALIDADE LAPIDADA POR LÁGRIMAS DESDE O PRIMEIRO MOMENTO
A VIDA É UM LIVRO ESCRITO PARA SER LIDO QUANDO PERDIDO ESTÁ,
             O PERSONAGEM PRINCIPAL QUE SE DEU MAL
                                 SE PERDEU E NÃO,
                     NÃO CONSEGUE SE ENCONTRAR.

     EM MEIO A VINGANÇA SOMBRIA QUE TIRA O NOSSO AR
         NOS JOGA NA LONA NOS DEIXA EM COMA SEM TER
                              EM QUE NOS APOIAR.

                    O ARREPENDIMENTO SÓ CHEGA ENTÃO
        QUANDO SE ESTÁ EM FUGA COM SANGUE NAS MÃOS.
  E PASSOS ATRÁS O INIMIGO FURADO CAÍDO ESTIRADO NO CHÃO.

                          DERROTADO PELA VITÓRIA
               NO MEIO DO DESERTO CAÍO AJOELHADO
                     PERDENDO SANGUE ESTOURADO.
                  CRAVADO DE BALAS PELA BAIONETA
                            SE JÁ ESTAMOS ASSIM
               IMAGINE QUANDO A COISA FICAR PRETA.

                          UM CORPO, OUTRO CORPO,
             HÁ UM MILHÃO DE CRUZES NESTE DESERTO.
 MOSTRANDO QUE NO TIME DA MORTE SEMPRE TEM UM POR PERTO,
                                     A ESPREITA,
             DE BUTUCA PRONTO PARA APERTAR O GATILHO
                         DESCARREGAR O PENTE SEM DÓ,
                        VER SEU OLHAR PERDER O BRILHO.

 ESTOU DISPOSTO A RASGAR AS PÁGINAS TRISTES DO LIVRO QUE É A MINHA VIDA.
CANSEI DE TER MINHA AUTO ESTIMA DIMINUIDA DIA PÓS DIA.
CHEGA DE LÁGRIMAS DERRAMADAS EM VÃO.
QUERO DEITAR TRANQUILO E OUVIR OS BATIMENTOS DO MEU CORAÇÃO.
E NÃO.
OS TIROS OS GRITOS,
OS GRITOS OS TIROS NA MADRUGADA LADRÃO.
EU QUERO VOLTAR A SONHAR EU QUERO SER FELIZ,
ESQUECER DE VEZ TODA A MERDA QUE FIZ.
AQUELES SONHOS LOUCOS JÁ NÃO TENHO MAIS,
VIVER DO CRIME QUE VANTAGEM TEM,
CRIME QUE VANTAGEM TRAZ.
FAMA DE BANDIDO TO FORA POIS NA HORA DO ACERTO DE CONTAS
QUEM ESTÁ JUNTO MORRE TAMBÉM.
TOMA BALA,
DESCE A VALA

QUEM FICA? QUEM CHORA?
É SEMPRE QUEM SEMPRE ESTEVE AO NOSSO LADO ATÉ AGORA.
AQUELA QUE CHOROU UMA PA NA MADRUGADA FRIA,
ENQUANTO VOCÊ DROGADO POR AI SE DIVERTIA.
QUEM FEZ DAS TRIPAS CORAÇÃO PARA PAGAR O ADVOGADO.
QUEM TRABALHOU DOBRADO,
QUE NA VISITA FOI HUMILHADA PRA TRAZER CIGARROS QUANDO VOCÊ ESTAVA INCARCERADO.
O CRIME ME LEVOU O RAP ME RESGATOU.
ESTOU DISPOSTO A VOLTAR PRA ESCOLA,
DEIXAR DE LADO O OITÃO A PISTOLA,
QUE SÓ FEZ ATRAZAR MEU LADO,
VAI PRO LATÃO COM MAIS DOIS PENTES RECHEADOS.
ESSE SISTEMA FILHO DA PUTA NUNCA MAIS VAI FAZER MINHA COROA CHORAR.
VOU FAZER A MINHA SORTE MAS AGORA NÃO VOU PRECISAR MATAR.
NÃO LADRÃO DO MEU PASSADO NÃO SINTO VERGONHA.
NUNCA TERIA METIDO O NARIZ NUMA CARREIRA DE FARINHA,
VARANDO AS MADRUGADAS VENDENDO DROGAS NAS ESQUINAS.

  CORRE ATRAZ DO TEMPO PERDIDO QUEM SABE LADRÃO,
É O PRIMEIRO PASSO DE SUA RECULPERAÇÃO,
O PRIMEIRO PASSO PARA NÃO SER O SEU CORPO ESTIRADO NO CHÃO.
NÃO TENHO MAIS OS OLHOS VERMELHOS A BRILHAR.
NÃO SONHO MAIS ACORDADO ESPERANDO A VIDA MELHORAR,
SEI QUE POLICIA É INIMIGA QUEREM A TODO CUSTO ME CALAR,
ASSIM FICA DIFICIL A PAZ REINAR.
SAI FORA ZINCA SAI FORA PENSAMENTO MAU,
JÁ BASTA O PASSADO ME MOSTRANDO QUE EU NÃO ESTOU LEGAL,
QUE AINDA TENHO QUE ME ACERTAR.
MIL FITA PARA FAZER E QUE NÃO POSSO ME ESCONDER.
QUE BOM SERIA SE O TEMPO PASSASSE E TUDO SE APAGASSE,
QUE A INOCENCIA VOLTASSE E QUE EU ME RECULPERASSE,
MILI ANO QUE NÃO SINTO AQUELA PAZ AQUELE CONFORTO,
FAZER O QUE EU OU O INIMIGO ADIVINHA QUEM ACABOU MORTO.
QUE PUTA SAUDADE DOS CONCELHOS DE MINHA MÃE,
AZER O QUE.
SE O FILHO CRIA AZA VOA QUEBRA A CARA PARA PRENDER.

''EI MAU PESAMENTO SAI FORA DA MINHA CABEÇA,
POR MAIS QUE O TEMPO PASSE E A ALMA PADEÇA,
NINGUÉM ESTÁ SÓ COM DEUS SE TIVER EM SI UMA VERDADEIRA FORTALESA.''

NÃO SÓ AQUELE MANO AQUELA MINA QUE IGUAL A MUITOS VEIO DE FAMILIA DESTRUTURADA.
QUE O PAI SAFADO SAIU VOADO E A VELHA GUERREIRA DESTEMIDA, QUE DARIA A VIDA PARA VER A CRIA CRIADA.
ENTÃO SIM SURGE UM DEMONIO,
PROBLEMAS NA ESCOLA
INDICIPLINA,
ALIADOS PELA RUA,
CONSUMO E TRAFICO DE DROGAS NAS ESQUINAS,
ASSALTOS,
SEQUESTROS,
TUDO ISSO VITIMA DO GOVERNO ARROMBADO,
DOS BURGUESES RACISTAS,
NAZISTAS FUDIDOS
AGORA DE MENOR CARENTE,
Á REPRESENTANTE PODER PARALELO E PERIGO.
DIEGO HUXLEY
Enviado por DIEGO HUXLEY em 23/09/2007
Reeditado em 25/09/2007
Código do texto: T664866

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DIEGO HUXLEY
Sobradinho - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
221 textos (11169 leituras)
1 áudios (42 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 18:33)
DIEGO HUXLEY