Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AOS POETAS

Não deixem jamais
a poesia acabar.
Nós nascemos com esse dom
e temos que o exaltar.

Vamos transformar o pranto em riso;
que o pranto seja de felicidade.
Nós temos o poder
de emocionar a humanidade.

Que todas as pessoas na escuridão
leiam um livro para enxergar
e possam encontrar em nossas palavras
uma luz para caminhar.

Não devemos escrever em vão,
vamos esperar a hora certa
e deixar fluir naturalmente
a inspiração de porta aberta.

Muitas vezes nós salvamos uma relação.
Quantas vezes acabamos com a dor!
A poesia quando é sintonizada
uni e fortalece o amor.
Eduardo Samuel Ferreira
Enviado por Eduardo Samuel Ferreira em 23/09/2007
Código do texto: T665490

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Eduardo Samuel Ferreira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Samuel Ferreira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
315 textos (28978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:30)
Eduardo Samuel Ferreira