Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DROGADO

Autora: Regilene Rodrigues Neves

A liberdade é uma conquista dos homens
Mas estes a transformam em celas e correntes!...
Correntes que aprisionam
Num destino que criam
Em sonhos vazios
Que alimentam na ilusão das drogas!

Injetam o vício em suas almas
Transformam a vida
No extermínio de um caminho
Cujo sonho se perdera
Na fantasia lúgubre do âmago!

É a solidão no vazio
É a dor de uma lágrima
Nos olhos de uma mãe que chora
Pois é o filho perdido
Na carência de um corpo
Largado na sarjeta do seu destino torpe!

É o roubo da violência
No dia a dia de um viciado
Está sempre algemado
Violentado pelas correntes que se colocam...
Vivem sedentos de agonia
É a imagem do fracasso
Pois é o retrato da droga
Que reflete o viciado... Que chamam o drogado!

Aquele cara malucado
Que vive enrolado
Meio doidão
Só fala palavrão
Não fala nada
Pois não é nada, apenas um drogado!

Somente a pena se veste de si mesmo
No consolo da imagem que reflete
Um espírito doente
Prisioneiro de uma ilusão infeliz
De felicidade passageira
Pois vivem de momentos que ela cria
Para satisfazer a doença que ela injeta
Em cada dose é perdido
O direito a vida...O amor próprio
E a felicidade verdadeira
Que é apenas a liberdade da sua alma
Na paz do espírito
Abençoado pelo amor do pai Deus!

regipoeta
Enviado por regipoeta em 02/11/2005
Código do texto: T66605

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134319 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:15)
regipoeta