Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sutil Relevância

Se pensas não ser nada,lembre-se que das águas que brotam nas barrancas é que surgem os ribeiros que se tornam rio e só enquanto minar essa fonte terão forças de romperem matas ,contornar os montes abrindo caminho rasgando a terra em fundos sulcos, desaguando junto ao mar...
Que seria da noite se não fossem pequeninos lumes salpicados pelo céu, dando tudo de si pra que se torne bela a paisagem noturna e, como se não bastasse, vez por outra desloca-se de seu ponto fazendo-se nascer, reluzir, cadente, para tão pouco olhos...
 E, por fim, que seria do mundo se não fosse a insignificância do nosso existir, apoiando-se no fio de esperança que mina dentro de nós, vazando do coração,  escoando por nossas veias feito rios pulsando  e, por mais apagados que sejamos, sempre há um brilho em nosso ser, mesmo que pequeno e muitas vezes não visto por muitos, que insiste em reluzir e se espalhar saído de nós e indo, como cadentes, morrer nos céus dos olhos de alguém...
tilo
Enviado por tilo em 24/09/2007
Código do texto: T667037
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tilo
Ribeirão das Neves - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
37 textos (984 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 21:57)