Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar da Liberdade!

Mar da liberdade...!
No vai e vem das ondas da vida
As areias revelam em sua ressaca...
A garrafa corroída pela salinidade do oceano

Vozes que atravessaram mares,
Em busca de liberdade.
Soluço das almas que ainda gemem,
desviando os alcibergues da escuridão.

Em letras estremecidas pedem, suplicam,
precisam de uma saída.
Porão infecto, escuro e frio,
de arrogância, ambição, soam-me calafrios.

Liberta-me a voz que varre mares bravura,
em uma simples ruptura da tampa do além
Liberte-me o grito pela garganta de alguém!

-Varre mar, varre cidades,
Varre preconceitos e desigualdades,
Varre esta frente fria de corruptos,
que condenaram a democracia.

Varre as misérias que inundam as casas,
e deixa crianças de barrigas vazias.
Varre a pinga que anestesia.


Varre!varre! varre! varre...!
Varre tudo que causa náusea e da Ásia.
Liberta-me deste frígido deposito de trastes
Por fim...já molambo...vejo,delírio ...,
Respiro o oásis liberdade!!!...





                                                   Flavia Freitas


                                     
 
     

flavia freitas
Enviado por flavia freitas em 25/09/2007
Código do texto: T667477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
flavia freitas
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 43 anos
203 textos (10329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:29)
flavia freitas