Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSTROS VIVOS EN CIUDAD DE PIEDRAS

Ojos muertos en rostros vivos;
cuerpo pequeño en pleno desvelo.

Ojos cansados de tantas insonnias;
dulces sueños tal ves escondidos.

Ojos huecos en esqueletos vivos,
innertes al viento contra el tiempo.

Ojos que jacen en planas aceras,
en busca de pan y consuelo ajeno.

Ojos que lloran cuerpos tendidos,
cubiertos por el velo de la desesperanza.

Ojos secos en noches de luna fría,
endurecidos por una vida de desilusiones.

Cada vulto, un alma;
cada vida, un destino.

La niebla con su doble capuz
aprisiona lo ilógico de un mundo de piedras.


(Publicado no livro do autor: "Recuerdos y Devaneos"; Cuiabá, 1999; p.63)
Gabriel Joerke
Enviado por Gabriel Joerke em 25/09/2007
Reeditado em 01/05/2016
Código do texto: T667587
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.gabrieljoerke.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Gabriel Joerke
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil, 58 anos
28 textos (1637 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/17 14:56)
Gabriel Joerke

Site do Escritor