Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MISTICA DOS SONHOS


Por um breve momento,
senti como são alegres os sonhos.
São como  aspirações simplificadas,
rebeldes na sua crueza e insistência.
Na alegria com que nos enchem as mentes,
levando-nos ao melhor de nós.
Sonhos, são escolhas individuais,
profundas, em estado original,
aspirando concretudes
com a alegria das coisas fáceis,
desconhecendo limites de tempo, e
de lugar. Imediatas!
Tristes, são os momentos mofados.
As certezas que nos impusemos pela vontade.
A obediência ao rigor necessário.
As concessões, em sorrisos brandos.
Os passos controlados, menores que os caminhos.
Os suspiros, quase silêncios, conformados.
As escolhas em que teimamos.
Tristes, são as noites vazias, automáticas,
sem contraponto, nos dias.
As linhas com que nos escrevemos,
com que erguemos nossas histórias,
desmentindo-se, noutros significados
das mesmas palavras.
Tristes, são os pés de barro, quebrados,
das estátuas que erigimos a deuses
que teimam em parecer indiferentes.
Contudo,  nesse breve momento,
de sonhos alegres,
e de alegria nascida dos sonhos,
com tudo o mais banhado naquela luz dourada
nascida de dentro,
com todas as ânsias reticentes aplacadas,
sublimadas  em projetos essenciais,
mesmo que vagos e indefinidos,
nesse momento senti que aprendia
a mais simples de todas as lições:
- que o mais importante, eu já sabia!
Que o sonho, era o caminho.
Que tudo o mais, vem depois.
Que quando o sonho já é tido,
O mais importante já está feito.
Que dar-lhe forma, ao sonho,
é só questão de jeito...
E que não se sonha pouco.
E que nunca, nunca,  se sonha demais !

Setembro 2007
Henrique Mendes
Enviado por Henrique Mendes em 25/09/2007
Reeditado em 25/09/2007
Código do texto: T667926

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Henrique Mendes
Montijo - Setúbal - Portugal, 61 anos
290 textos (14245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:19)
Henrique Mendes