Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOVIMENTOS POPULARES

Os movimentos populares surgiram sorrateiros em pequenos grupos,
esgueirando-se pelos becos sujos da nossa terra chamada Brasil.
A princípio surgem com ideais de justiça, gritos de um povo sofrido,
que vislumbrava um futuro melhor para sua pátria, para sua gente, para seus filhos.
Mas..., esses ideais se deterioraram,
regredindo para mera especulação mercadológica e política.

Eis-lhes em algumas metáforas:
“Foices e enxadas em punho sob o balanço da flâmula vermelha”.
É guerrilha bem armada e estruturada que camuflada em barracos de lona preta
encontra-se a mercê de uma liderança manipuladora formada por
comandantes latifundiários e políticos corruptos que não tem
nenhum interesse em causas nobres senão as suas próprias e de seus devedores.

“Arcos e flechas sustentados por mãos vermelho-urucum e
preto-carvão sob estigma dos direitos inalienáveis”.
Com pouca organização, mas amparados por leis que os transformam
em parasitas, esqueceram os seus deveres e vivem sendo enganados pelos
círculos acadêmicos que visam produzir suas teses baratas e tendenciosas
para fazer história e roubar-lhes um pouco do status adquirido ao longo do tempo.
Recentemente líderes autóctones surgem instantaneamente e aparecem na mídia
em nome da comunidade, mas quase sempre legislam em causa própria.
Vivem conforme a regra de mesquinhez de certas pessoas e grupos que tem
uma visão folclórica e cheia de achismos sobre sua existência.
Uma tendência desumana que os mantém presos em seus guetos paradisíacos
sustentados a pão e circo, mantendo-os calados e de olhos bem vendados.

“Caras pintadas, jovens revolucionários sob o auspício ideológico da mídia narcisista”.
Uma nação apática diante de um dos maiores esquemas de corrupção e
lavagem de dinheiro que esta terra tupiniquim já enfrentou, foi seduzida por
um sistema global de notícias a sair pelas ruas aos brados pelo “impeachment” e o
congresso nacional hipocritamente votou “sim” exatamente um ano pré-eleitoral, qualquer
semelhança não é mera coincidência. Tão rapidamente surgiram os caras pintadas eles desaparecem, já que não possuíam força vital própria de sobrevivência.

Apesar de todas essas maracutaias por trás dos bastidores desses movimentos populares,
nem tudo está corrompido, existem pequenos grupos que são sinceros quanto
aos seus ideais e suas lutas, esses são dignos de serem ouvidos e atendidos.
Porém paira no ar duas perguntas:
Até quando eles vão resistir aos esquemas inescrupulosos?
Até quando o povo brasileiro permanecerá passivo diante dos golpes contra a nação?
Lendo as entrelinhas
Enviado por Lendo as entrelinhas em 26/09/2007
Código do texto: T668707
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lendo as entrelinhas
Dourados - Mato Grosso do Sul - Brasil, 47 anos
70 textos (8601 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 11:05)
Lendo as entrelinhas