Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU SÔ DA ROÇA SIM SINHÔ

Quem nunca morô na roça
num sabi o qui tá perdeno
vivê na cidade dá uma tar fossa
e os médico enche as pessoa de veneno

Nóis aqui toma é muito chá
pras nossa duença curá
e nossa saúde num se afeta
qui nóis toma na dose certa

A gente anda discarso
num tem vergonha de mostrá os pé
qui na cidade tudo é farso
inté os peito das muié

Nóis sabe o qui é bão
trabaia feito condenado
mai quano chega de noitão
a gente drome disprocupado

Aqui num tem a tar violença
num tem assarto, num tem bandido
nóis veve mai e mio nóis pensa
nóis é muito mais sabido

Célia Jardim
Célia Jardim
Enviado por Célia Jardim em 26/09/2007
Reeditado em 07/12/2007
Código do texto: T669142

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Célia Jardim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1075 textos (44178 leituras)
19 áudios (1406 audições)
9 e-livros (770 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 22:01)
Célia Jardim