Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louca Obssessão

Ah, como dizia um sabio poeta que viveu
seculos atrás quem vive corroendo o passado
São as traças do tempo, mas quem não amou
e foi desprezado por aquela que mais sentiu
uma louca atração de um amor frenetico...
Uma de minhas loucas paixões foi essa mulher
Que de certa forma usou a magia da sedução
pra destruir meu coração que um dia bateu por
um amor incomparavel deste desejo obssessivo
Esse mundo me provou da seguinte maneira
Não há dor que se compara com a d'alma...
Mas o sentimento durou consumindo-me
Nessa solidão sombria onde os amantes
Choram por coisas poucos sem significancia
Nesse idilio do amor ao meu paracer...
Deixo essa solidão me consumir aos poucos
Mantendo a dor distante de meu peito nesta
imensa e louca obssessão que me consume!

POETA ELOQUENTE
Enviado por POETA ELOQUENTE em 26/09/2007
Código do texto: T669678

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
POETA ELOQUENTE
Marília - São Paulo - Brasil, 36 anos
225 textos (63496 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:00)
POETA ELOQUENTE