Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Imunidade Para Lamentar" = Poesia de Desilusão=

Com tantos noticiários sobre violências
De tanto ficar-se a par das atrocidades
Acabamos indiferentes às inclemências
No lado cruel parece não haver novidades

Violências, físicas ou morais, constantes
Assaltos, estupros, latrocínios, homicídios
Corrupção, bandalheira, tiros, assaltantes
Ainda, auto violência em forma de suicídios

Marido espanca a esposa com ajuda do filho
Mãe joga em represa criança recém-nascida
Adolescentes mortos com pedaço de trilho
Já não vale tostão furado nenhuma vida

Mata-se por um celular de baixo preço
Por um carro velho a ser usado num assalto
Nosso país não é mais o mundo que conheço
A violência o cobre como camada de asfalto

Chegam lá de cima exemplos aviltantes
Um promotor matando a tiros covardemente
Jovens inocentes, como se fossem meliantes
E respondendo em liberdade, comodamente

Vagabundos provindos de alta classe social
Espancando empregadas por pura diversão
Mostram a crueldade latente, o lado animal
Do ser humano, que se julga ápice da criação

Juízes roubando e até formando quadrilhas,
Vendendo sentenças como se tivessem direito
Dando maus exemplos, desagregando famílias
Chega-se à conclusão de que não há mais jeito

Um outro juiz, irritado, atira num segurança
Depois se apresenta, portando-se como artista
Sabendo que a ele, Majestade, a lei não alcança
Bastará esperar que de fazer justiça se desista

“Pra que ser direito, honrado, da lei respeitador
Se com isso nada se ganha, apenas se prejudica?
Aquele salafrário emérito não se tornou senador?
O promotor que matou friamente? No cargo fica

Os senhores políticos têm imunidade parlamentar
Rezemos todos nós, todos os dias, e a toda hora
Que não nos tirem de vez a imunidade para lamentar
O restinho de decência que sobrou (e já vai embora...)
Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 26/09/2007
Reeditado em 26/09/2007
Código do texto: T669883

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (189218 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:14)
Fernando Brandi