Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

 

Andei sozinha em busca de uma vida

Mais encontrei um vazio deixado não sei por quem

Só sei que continuo a andar e a buscar

Nessa minha busca encontro pessoas

Pessoas essa que às vezes trocamos palavras

 

Palavras essas que nos traz alegrias

Mais estas alegrias também são vazias

Não tem inicio quando me dou por conta terminou

Sem nem ao menos começar, daí eu paro e vejo o vazio.

De uma vida sem vida

 

 

Sem vida porque é sempre aquele vazio querendo algo

Algo esse que possa preencher

O vazio deixado pela a tentativa de vida

Como se tudo estivesse perdido mais ainda existe esperança

Em algum lugar perdido da minha vida ou de sua vida

Podemos encontra ou eu encontrar nós encontrarmos

 

Mais ela existe a apalavra chamada ESPERANÇA

Há esperança onde tu andas que não vem

E traz algo que preencha a minha vida tão cansada de esperar

Mais mesmo assim eu espero e espero sempre

Termino com meu vazio nestas palavras soltas que estavam presas

Sou livre posso voar agora já não existe mais vazio.

Silvenoi
Enviado por Silvenoi em 26/09/2007
Código do texto: T670041

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvenoi
Caxias - Maranhão - Brasil, 61 anos
66 textos (2519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:41)
Silvenoi