Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O alimento sagrado do poeta é seu sentimento!


O poeta se alimenta
Da brisa...
Do luar...
Do sol...
Da chuva...
Da alegria...
Da tristeza...
Do sorriso
Do choro...
O poeta vive onde todos morrem...
O poeta é um andarilho
O poeta é um pedinte...
Pede um pão de amor...
Um prato de esperança...
Um copo de luz...
Uma cesta básica de amores...
Amor pela vida...
Amor pela natureza...
Amor pelo amor...
O poeta é um mendigo
Que necessita da caridade alheia...
Para que possa continuar...
Ele precisa se alimentar...
Por favor, dêem ao poeta.
Uma migalha de sentimentos...
Não deixem o poeta morrer sem alimento.
cleia
Enviado por cleia em 27/09/2007
Código do texto: T670613
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
cleia
Itupeva - São Paulo - Brasil, 62 anos
529 textos (32977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:08)
cleia