Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ocupado...




 - Pois não: No que posso ajudar?...
Ortodoxal surbodinagem. Para perante, até causas ossais. Responde sacrifica. Solta réus conjuntos verbais e faz a alegria retornar ao meu momento de existir.

Alguém depende de algo. Uma resposta? Canal sólido de informações, preste atenção:- Acalme-se e fale. O que são esses gritos? Por favor não entre em pânico...
Normalmente o que é ser normal?

 - Eu sinto muito senhora, mas não estou lhe entendendo. Não tenha tanta pressa, eu vou lhe ajudar...
Um, dois, dedos. Até quando? Por quanto tempo a dor?
Então que andem se temos de sofrer.

Nada faço na fome de morte, reprodução perfeita das contradições a distância.
 - Sim senhora, ainda estou aqui. Não vou lhe deixar, não se preocupe, fale-me dos gritos.

Interferências disconformes, príncipes, princesas recebidas de esquadras.
 - Não! Por favor não desligue!
O que foi isso? Porque os gritos pararam? Senhora? Na?... Como você entrou aqui? O que é isso? Não...!


Douglas Tedesco
Enviado por Douglas Tedesco em 27/09/2007
Código do texto: T671043
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Tedesco
Tijucas - Santa Catarina - Brasil
319 textos (57095 leituras)
35 áudios (2920 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:16)
Douglas Tedesco