Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Proteção

Não há como conter o espanto
E a disposição para se fazer malevolência
Carregando pesado fardo
Soando como infindável
Ou incansável

Mas neste sentido não me engano
Não questiono jamais que a violência
E o mau grado
Mesmo que incomensurável
É de fato impraticável

E que depende sempre do receptor, o próprio fulano
E de sua sapiência
Para lembrar-se não ser do mundo patrono
Proteger-se e tornar-se impenetrável
E seu caráter inabalável

A índole reta e atitudes verdadeiramente humanas
E a firme paz com sua consciência
Somadas às sábias paciência e generosidade de colono
Resultam no fazer-se inatacável
E o qualquer pesado retornável.




Milena Romariz
Enviado por Milena Romariz em 27/09/2007
Reeditado em 23/07/2008
Código do texto: T671055

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Milena Romariz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
101 textos (5260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 09:11)
Milena Romariz