Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHUVAS

Chove lá fora
e aqui dentro do meu peito, também.
Aos poucos, a chuva molha o chão.

Enquanto o pranto inunda o meu coração,
para os meus sentimentos confusos
não encontro explicação.

Por isso, não reajo;
só os sinto e assim, me deixo transbordar pelo aguaceiro,
que cai impiedoso no solo da minha alma.

Que me fertilize!
Que me traga multiplicação!
Que o choro seja útil, afinal!

Só assim saberei que, cada vez que eu chorar
uma semente nova vai brotar, de esperança.
Cláudia Banegas
Enviado por Cláudia Banegas em 28/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T672505

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Banegas). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cláudia Banegas
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
248 textos (16236 leituras)
7 e-livros (635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:39)
Cláudia Banegas