Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Juro Que Não Sou Noveleiro" = Poesia de Humor=

Passando pelo quarto da empregada
Eu via que estava ligada a televisão
Dava então uma bem ligeira olhada
Mas juro que não sou noveleiro não

Taís, Paula, Cássio, Jader, Marion
Bebel, Antenor, Olavo, e o Cadelão
Memorizei os nomes ao ouvir o som
Mas  juro que não sou noveleiro não

Minuto de novela é só o que agüento
A personagem Joana, quanta decepção
Tão linda, suave, com tanto sofrimento
Mas juro que não sou noveleiro não

O tal do Cássio achei ainda muito novo
Pra ser pai do jovem Matheus "Sorrisão"
Novela é feita só para enganar o povo...
Mas juro que não sou noveleiro não

O cara que fez o Jader trabalhou legal
Foi perfeito no tipo que fez de cafetão
Sabia ser duro e bem fazer cara de mau
Mas juro que não sou noveleiro não

Aquela síndica do Copamar, que perfeita!
Trabalhou muito bem, causou admiração
Mostrou ser daquelas que tudo endireita
Mas juro que não sou noveleiro não

O Belisário, personagem do tipo devagar
Ficou casado com uma coroa “mulherão”
O tal Hugo Carvana é rei na arte de atuar
Mas juro que não sou noveleiro não

Este último capítulo achei violento demais
Não aprovei mostrar irmão matando irmão
Puxa vida! Esse autor podia maneirar mais
Mas juro que não sou noveleiro não

Achei bacana ver os casais todos reatando
Esbanjando felicidade, amor, compreensão
Assim nossos problemas vamos relevando
Mas juro que não sou noveleiro não
Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 28/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T672862

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (191166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:27)
Fernando Brandi