Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

meias de algodão

por que você acha que devo estar
escondido nas profundezas de mim?

como que instituído
por padrões antagônicos
conflitantes, bufônicos
divertidamente histriônicos

você, com a sua exuberância
direcionada pro céu
ou pro seu delicado poder
de avaliação contundente
do que representa a gente
segundo sua ótica agressiva
de transgressora do amor?

você que eu comparo à dor
que dentro de mim escondi
como se eu fosse um jardim
em que a pudesse plantar

veja bem no que dá
dizer que não cirzo minhas meias
dizer que minha vida é uma teia
que não suporta o algodão!

você me quer um bufão
que de mim mesmo já sou
 
             
Rio, 06/09/2007
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 29/09/2007
Código do texto: T673151

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6796 textos (147441 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 05:22)