Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERDADEIRA CASA-DA-MÃE JOANA

VERDADEIRA CASA-DA-MÃE JOANA
Evilazio Ribeiro – Estudante de Direito
O Congresso virou uma verdadeira casa-da-mãe Joana, onde o governo negocia a aprovação da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) em troca de cargos do segundo escalão e liberação de alguns parcos recursos pelos quais os parlamentares vergonhosamente se vendem.
 Essas negociatas são umas verdadeiras afrontas para com o povo que neles votou, manchando a honra e a seriedade de um Congresso que existe para representar e defender os interesses da população. Se o presidente Lula diz ser impossível governar sem essa verba, então onde foi parar essa dinheirama toda se a saúde está um caos, a segurança está do jeito que está as rodovias 70% sucatadas e a educação com graves carências? O que não se pode conceber é que, em um país que tem uma das maiores cargas tributárias do mundo, tenha, em contrapartida, uma das menores taxas de retorno em benefícios. Onde foram aplicados os R$ 38 bilhões arrecadados pela CPMF só no último ano? Será que, desde que foi criada, não daria para "consertar" ao menos a saúde e a educação, que são programas básicos para o desenvolvimento de qualquer país?
Podemos-nos ser um dos culpados pela corrupção que inunda o Brasil, principalmente se votamos em político corrupto. E não devemos alegar inocência ou ignorância, pois todo mundo sabe quem é quem na política brasileira e “quem é corrupto”. Ninguém votou enganado em Paulo Maluf (a maior votação no País), Renan Calheiros e outros que formam a banda podre da política brasileira. É o nosso voto que sustenta isso que está aí. E continuará sustentando e piorando  se não aprendermos a votar!
Da nossa Câmara e do nosso Senado jamais sairão leis que possam colocar corruptos na cadeia ou tornem os cofres públicos imunes aos maus políticos. Vejam o caso Renan Calheiros: ele foi salvo pelos colegas porque era culpado e sua condenação abriria um precedente capaz de levar de pronto mais alguns senadores a pagarem pelas roubalheiras em que se envolveram. Para pegar todos os políticos corruptos de uma vez bastaria a comprovação da origem dos seus patrimônios. Grande parte não explicaria como, apenas com os rendimentos de mandatos eletivos, sem herança, Mega-sena, amealhou tanta fortuna.
Mas  resta-nos a esperança a democracia dá a toda uma chance, a cada quatro anos, mudar esse quadro ou não? Na próxima eleição, pensemos duas vezes antes de votar. Vamos começar a desinfetar a política brasileira. Passados 40 anos, o Stanislaw Ponte Preta, criador do Febeapá continua bem atual. Para quem não sebe ou esqueceu: Stanislaw, que sob esse pseudônimo o escreveu por vários anos, especialmente durante o regime militar, uma coluna, depois transformada em livro, que se intitulava Febeapá.  Que era a abreviação de” festival de besteiras que assolam o País”. A lembrança  é importante, porque o Febeapá continua. Não se pode esquecer que a Polícia Federal prendeu, há algum tempo, a dona da Daslu. Para isso, foi até a residência da distinta senhora, equipada com armas, helicópteros e metralhadoras. Que resistência poderiam esperar de uma dona de butique? Temiam receber bolsadas? Certamente estas cenas ingressariam nas crônicas do Frebeapá.
A senhora Mônica Veloso, depois de usar as páginas da revista "Playboy" para mostrar-nos onde o senador Renan Calheiros passava suas horas de folga, declarou para alguns jornalistas: "Está na hora de virar a página, de tocar o barco pra frente". Se a gente for virar a "página", chegaremos ao pôster central da revista e aí não iremos tocar o barco. Iremos "nos tocar" e descobrir, diante da verdade nua e crua, que o presidente Lula está muito bem amparado por sua classe política de apoio. Como diz sua ministra do coração (Marta Suplicy, de Turismo): "É só relaxar e gozar...

evilazioribeiro
Enviado por evilazioribeiro em 29/09/2007
Reeditado em 20/02/2008
Código do texto: T673228

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
evilazioribeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
215 textos (693179 leituras)
1 áudios (312 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 16:34)
evilazioribeiro