Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Combate à Violência" = Poesia de Humor= Humor; viu?

Sempre considerei a violência
Uma coisa das mais nojentas
E arrebentaria com eficiência
Cabeças de pessoas violentas

Arrancaria os braços a machado
Cortaria as mãos em pedacinhos
De todo e qualquer desgraçado
Fosse violentão ou violentinho

Furaria os olhos com um alfinete
Espetando fundo, devagarinho
De quem agredisse com porrete
Para aprender a ter mais carinho

Cortaria os pés dos agressores
Depois de seus dedos queimar
Detesto esses violentadores
Têm que aprender a respeitar

Um violento morreria à míngua
Para isso eu muito me esforçaria
Cortaria com estilete sua língua
E sua audição, garanto, tiraria

Não gosto de pensar em violência
Sou sempre do tipo paz e amor
Mas às vezes perco a paciência
E à humanidade presto um favor

Se em seu bairro tem um violento
Você acha que ele merece sumir
À sua vida dou agora um alento:
Me chame. Gosto de me divertir
Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 29/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T673583

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (189256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:30)
Fernando Brandi