Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENSAGEIRA




MENSAGEIRA


Na tardinha caindo , eu ví
Uma pequena estrela a luzir .
Era a primeira estrela a sair ,
Na tardinha caindo eu ví !

Era uma estrela morena
Pairando como as falenas.
Ajeitando suas melenas ,
Era uma estrela morena !

Na tardinha morrendo , fria !
Só aquela estrela luzia .
Perpétua luz,findando o dia,
Na tardinha morrendo , fria !

Será que zombas de mim ?
Perguntei à estrela assim !
Pois seu brilho era um festim !
Será que zombas de mim ?

E na sonora luz , pude ouvir !
Daquela estrela inda a luzir ,
A voz do amor a me repetir ;
"Adeus , Adeus , eu vou partir"


SBC-SP.06/08/2005 [baseado em poema de
Manuel Bandeira - "A estrela"]
(por J.A.Lopes.)
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 04/11/2005
Código do texto: T67438
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
594 textos (36571 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:57)
José Alberto Lopes