Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Eu Até Comeria Alguma Coisinha" = Humor=

“Eu até comeria alguma coisinha.”
Ela disse de um modo bonitinho
Levei a um rodízio a tal gracinha
E vi quanto ela comia “pouquinho”

Foi como se tivesse uma caçamba
Ao restaurante levado para encher
Era uma draga, comia pra caramba
Juro que eu nunca vi tanto comer

A cada vez que o garçom passava
Ela aceitava, e ele a servia sorrindo
A essa altura a atenção ela chamava
Depois de tanto tempo se entupindo

Aquilo não era moça, era um batalhão
Era uma coisinha com físico de gata
Mas com o total apetite de um leão
Minha situação começou a ficar chata

“Impossível que ainda caiba sobremesa
Não deve ter sobrado um canto vazio
Mesmo num estômago de tal grandeza
Tem que haver limite para o desafio...”

Não apenas uma sobremesa ela engoliu
Três ou quatro doces empilhou no prato
De todas elas um tanto ainda repetiu
Rindo porque eu não comia, era um chato

Desisti do meu passo seguinte, um motel
Com medo de que ela tivesse congestão
Ou que no caminho ainda pedisse um pastel
Que poderia provocar-lhe uma explosão...

Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 30/09/2007
Reeditado em 30/09/2007
Código do texto: T675017

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (189326 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:16)
Fernando Brandi