Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
20.08.07 03h:45min


Qual o sentido?
O que vem depois?
Dessas coisas
não tenho certezas,
só esperanças.

Só sei que cada dia,
cada minuto que passo por aqui,
é uma dádiva.

Como esse momento,
em que o vento frio da madrugada
gela o meu corpo saudável
e balança as folhas das árvores.

As ruas de Charqueadas estão vazias
e o mundo é só meu.

E cada momento desses
é único e é belo;
e é efêmero;
e já está a passar.
Assim como o guarda noturno
em sua bicicleta.
Assim como eu
e todo o mundo de meu tempo,
inexoravelmente.

E eu agradeço a oportunidade
de estar aqui,
sentindo e respirando.
Em paz
e...
Feliz.
João Adolfo Guerreiro
Enviado por João Adolfo Guerreiro em 30/09/2007
Código do texto: T675130
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de João Adolfo Guerreiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
João Adolfo Guerreiro
Charqueadas - Rio Grande do Sul - Brasil, 49 anos
702 textos (136523 leituras)
83 áudios (13162 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 12:30)
João Adolfo Guerreiro

Site do Escritor