Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por querer equilíbrio me segurei demais

Por querer equilíbrio me segurei demais
no mastro, na corda, no céu.
Passos contados, pés contidos
sempre.
no mastro, na corda, no céu..
E vocês assistindo
sempre.
Agora quero cair.
não posso segurar mais nada.
Minhas mãos só obedecem
ao abrir de porta, ao entortar de grades.
Meus pés não andam mais assim
querem correr e fugir e me derrubar.
Deixa eu cair.
Caindo eu vejo a parte mais iluminada que vocês me esconderam.
Fiquem com o cenário que montei e com o resto do público,
que só quer mentira,
Dêm isso a todos por mim.
Tenho pressa
esperam-me a vida, a morte
e eu.
Renata Munerato
Enviado por Renata Munerato em 30/09/2007
Código do texto: T675421

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Renata Munerato
Aracaju - Sergipe - Brasil, 44 anos
3 textos (219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:28)