Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONDENAÇÃO

Poderia ser fácil te esquecer
já que não mais estás aqui
já não posso te ver
mas, como posso te sentir

Posso sentir o teu cheiro
ouvir o som da tua voz
tudo passou tão ligeiro
menos as lembranças de nós

A solidão ocupou teu lugar
a felicidade transformou em dor
mesmo assim vivo a te sonhar
sentindo o mesmo amor

Sou prisioneira da saudade
vivendo num isolamento sem fim
condenada a esta impiedade
que a vida sentenciou para mim

Hoje só resta um vazio
cheio da tua presença
e meu coração frio
cumpre a sua sentença

amando-te em silêncio

Célia Jardim

Célia Jardim
Enviado por Célia Jardim em 01/10/2007
Reeditado em 07/12/2007
Código do texto: T675898

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Célia Jardim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1077 textos (44248 leituras)
19 áudios (1406 audições)
9 e-livros (770 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:47)
Célia Jardim