Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sem titulo

estou sendo perseguido
eu corro eu morro...
nao escondo nos escombros
lápides de marmore vao me abrigar...
o brilho de sua voz suave é tao doce
escorre pela casa do amor

a morte sempre esteve em minhas palavras
duras e puras amadas...
a casa do amor me abrigou
serei grato todavida...
saberei me entregar...nao demore baby
estao me chamando estao
esperando para a ceia...jesus cristo
   
  b
   o
    d
     ã
      o poetamaldito  
POETA MALDITO
Enviado por POETA MALDITO em 05/11/2005
Código do texto: T67616
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA MALDITO
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
23 textos (1491 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:12)