Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cimitério

Os portões estão abertos,
deixe o cortejo passar.
Os portões do cimitério,
não me deixam enxergar.
O outro lado do hemisfério,
é lá que quero estar.
Com túmulos de concreto,
histórias todas que posso contar.
A descoberta de um mistério,
nada irá mudar.
O que as sombras do necrotério,
não me deixa encontrar.
Para todos,
meu adeus sincero,
de um tempo que nunca irá voltar.
As fotos de um corpo velho,
só para ilustrar,
os muros do cimitério,
não quero voltar lá.
Claudia Rayzer
Enviado por Claudia Rayzer em 05/11/2005
Código do texto: T67791

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Rayzer
São Vicente - São Paulo - Brasil, 31 anos
139 textos (6846 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:49)
Claudia Rayzer