Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada Vai Ser Como Era Antes

Mesmo se eu cruzar a cidade
Na madrugada erma e perigosa
Apenas para ver novamente seu sorriso
Mesmo se eu suportar as dores
Da existência vazia e tediosa
E conquistar realmente tudo que preciso
Ainda assim eu acho que nada vai ser como era antes

Mesmo se eu retornar a casa
Que por anos vivi na juventude
E reunir todos os amigos que ganhei na vida
Mesmo se eu for sincero
Nas minhas palavras e atitudes
E convencer a todos que existe uma saída
Ainda assim eu acho que nada vai ser como era antes

Comi o pão amassado no inferno
Alguém vai dizer que não sou feliz
Mas não me arrependo de nada que fiz
Suportaria outro longo inverno
Faria tudo outra vez só para ter você perto de mim

Mas sei que mesmo se eu fizer
Da mesma forma tudo que eu fiz
Por todo esse longo tempo até agora e aqui
Ainda assim eu acho que nada vai ser como era antes
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 03/10/2007
Código do texto: T678442
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:19)