Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RUÍNAS

Se o tempo corroeu alguns pilares
Que tinham salutar sustentação
Pra que ficar vagando entre os andares?
Devemos dar início à implosão!

Não deve sobrar pedra sobre pedra
Deixemos o baldrame e a caliça
Testemunhando o tédio que hoje medra
Em cima dessa areia movediça.

Aqui nasceram males e doçuras
Cresceram gratidões e amarguras
Momentos palpitantes, bons e ruins...

Que fiquem para trás os benefícios;
- Pois onde se semeiam maus princípios
Se colherão dificultosos fins!

 

Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 03/10/2007
Reeditado em 15/02/2015
Código do texto: T679125
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nizardo Wanderley
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
679 textos (92844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 22:31)
Nizardo Wanderley

Site do Escritor