Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta

Dois (bê)bados
Vão de portas aos corações
e chaves se dão de poetas
e chove e morre e prove
do líquido da loucura,
da vida pura, da satisfação, do amor.

Um (re)trós em nós e noz de nos(talgia)
de dia imagem cria e se cria em palavras
soltas, noutas, nautas, noute e noite,
de desespero, de pinga que pinga cachaça.

(Re)veja co'as chaves da tontura
se cura, se burra, se livre um  livro.
Poesia o faça e caça palavras
ao vento e espere a (re)ssaca
e volte ao normal e morra.

e viva e faça e brinca...
e vive e face e brinque!!!
POETA
Silva Neto
Enviado por Silva Neto em 04/10/2007
Código do texto: T680903
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silva Neto
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 44 anos
123 textos (38247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 12:17)
Silva Neto