Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA QUE CURA


              Vive a saudade em meu peito entristecido
            Choram os meus olhos em perturbada solidão
         Entrego-me à melancolia que me alimenta o coração
                 Tento esquecer um amor já esquecido

               Existe cura para a dor da saudade intensa
               Que assola a alma de maneira irreverente
             E na lembrança esquecida  da paixão ausente
              Consola a alma, não importa qual a crença

              Para intrujar a solidão que vive noite e dia
                E trazer aos lábios o sorriso  consolador
                Na esperança de reviver um grande amor
                 Nada melhor que escrever uma poesia

                    Poesia é vida, é paixão, é fantasia
              Também exprime um pedacinho da verdade
                    A poesia é para toda a eternidade
                 E sempre nasce em qualquer hora do dia

              Abster-me-ei de toda e qualquer amargura
                 Escreverei outra linda história de amor
                  Relembrarei com alegria o que passou
                   E apegarei-me à poesia que me cura




Nádia Mourão Mello
Enviado por Nádia Mourão Mello em 04/10/2007
Reeditado em 17/10/2008
Código do texto: T680970
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nádia Mourão Mello
Brasília - Distrito Federal - Brasil
136 textos (16392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:42)
Nádia Mourão Mello