Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No pasto

Andando pelo longo-longo pasto
Deparou-se com um obstáculo
Um grande, quente, fétido e vasto
Monte de fezes de um vácuo
Logo foi identificando em grito
O nome do incomodo objeto
E mesmo depois de tudo dito
Seu fedor continuava perto
E foi assim o seu caminho
Para fora do pasto, para o lar
Arrependendo-se por usar linho
Pôs-se a calça aos regurgitos lavar
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 06/11/2005
Reeditado em 01/04/2006
Código do texto: T68149
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 29 anos
246 textos (25429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:36)
BOI (Luciano Alencar)