Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Simples Versos

Como é estranho sentir o que sinto.
Mesmo sem saber direito, por onde ir...
Eu sinto.
Não sei expressar.

Nessas horas, gostaria de saber voar...
Falar, sonhar, cantar, chorar, sorrir...
Tocar as estrelas.
Ocupar o vazio.

A ausência cada vez mais intensa.
Um barco.
Meu desabafar...
Um postal.

Sinto-me como num comercial.
O bem pode ser mal.
O bom pode ser mau.
O tudo, o nada...

Qual será apalavra certa?
-não sei. Liberte o meu pensar!
Amannda Mattos
Enviado por Amannda Mattos em 05/10/2007
Reeditado em 04/07/2008
Código do texto: T681854

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Amannda Mattos
Morro do Chapéu - Bahia - Brasil, 29 anos
82 textos (4493 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 14:12)
Amannda Mattos