Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nunca soube te perder

Até pensei em abrir mão de muito valores
Os quais você com certeza abriria
Sempre me faltava força para nosso final feliz
Das iniciativas, apenas a mente se recorda

Nunca penses que não te quis
Pois o meu maior viver, foi com você
Dos dizeres: te amo, sempre foram verdadeiros
Esses sons ecoam dentro de um eu distante

Os vazios que hoje me rodeiam
São parte das escolhas, que não elegi você
O que me vale meus pertences
Se não nos pertencemos

Não penses que desisiti
Pos te amo com a alma
E o tempo as vezes aliado,
Hoje é espelho dos nossos opostos

Espero que possasmos voltar
Realizarmos e completarmos
Como sempre quisemos e merecemos
Te aguardo ou me aguarde

Vandel
LPGC 05/10/2007 19:03
Vandel
Enviado por Vandel em 05/10/2007
Código do texto: T681861
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vandel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 42 anos
292 textos (9451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 21:46)
Vandel