Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A insuportável incoerência do ser

Não adianta fingir
Dizer que perdoei
A vida é um filme
Sem replay

Fujo e não sei aonde vou
Quero, mas não quero o seu amor
Quantas coisas sonhei
Quantos planos idealizei
Nenhum foi como deveria ser

E assim é que só hoje
Preciso de um abrigo
Apenas de um ombro amigo
Nada mais

Triste é minha dor
Sozinho eu caminho
E o caminho é de solidão
Certezas nunca terei
Até agora aonde cheguei?

Mais um dia
Apenas um dia

Eu sei

E por isso
Basta!
Bruno Pondé
Enviado por Bruno Pondé em 05/10/2007
Código do texto: T682289
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Pondé
Salvador - Bahia - Brasil, 28 anos
28 textos (2970 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:16)
Bruno Pondé