Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso chão

NOSSO CHÃO – 1999

Quero este chão sagrado
do sertão seco, queimado,
ou da mata verde molhado
de todo o jeito muito amado

Aquele chão do sertanejo teimoso
de tez queimada, de fala arrastada
que planta hoje, confiante e corajoso
colhendo às vezes, outra só terra arrasada.

Dos manguezais, nascedouros de vidas
berçários de crustáceos e alevinos
onde as interações perfeitas ocorridas
mostram da natureza, os seus maviosos hinos.

Naquele mangue, na luta pela sobrevivência
o homem rebusca a lama, enfrenta gravetos
catando aqui, espetando-se ali, com paciência
retirando sururu e caranguejo de seus guetos

Quero este chão acolhedor
que do sertão ao mar
recebe o seu filho sofredor
no fim do seu sublime caminhar.

                                                                 Rildege Acioli



Dege
Enviado por Dege em 06/10/2007
Código do texto: T682738
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dege
Olinda - Pernambuco - Brasil, 83 anos
38 textos (1139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:08)
Dege