Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão

Perdida e sozinha, deixei-me levar


Por vãs fantasias... Promessas vazias,

Mergulhei de cabeça, me feri, senti dor...

Teimosa que sou, insisti, persisti...

Na louca aventura de amar, mas sozinha...

Onde estava o meu grande amor,

Nas horas em que chorei, que sofri, padeci?

Nas horas em que solitária, a tudo suportei?

Que espécie de amor afinal, eu senti?

Me fez prisioneira de tanta ilusão...

Foi “amor bandydo”... Foi doce “loukura”...

Também muitas vezes, foi só amargura!

Dos seres que teimam, insistem em crer,

Num amor que machuca, banal, passageiro...

Tentando torna-lo real e possível...

Amor que destrói que é feito de dor!

Dele não preciso, cheguei à conclusão...

Eu não sei rimar Amor & solidão...







Carinhosa
Enviado por Carinhosa em 07/11/2005
Reeditado em 30/05/2013
Código do texto: T68416
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carinhosa
Curitiba - Paraná - Brasil
657 textos (164684 leituras)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:21)
Carinhosa