Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o ponto de ônibus


subi no ônibus e não tem lugar
na vida também não tem
lugar pra parar e ficar

os minutos correm
com o tempo que se dissolve
e a praça ficou longe
com os dígitos trocando

a janela anda com a paisagem
brincando com o sol que troca de lado
e a sombra teima em não levar o calor
que pinga no meu rosto

as idéias derramam-se
e se soltam da boca
como bolhas no ar

bicicleta e carrinho
mais carroça de pipoca
e o Zé da esquina vende seu milho
queria comprar paciência a quilo
e ser sábia e quieta como um lago

passou do ponto
e te vi à minha espera
olhando pro lado
de onde deveria chegar
e eu me pergunto
se algum dia conseguirei
descer do ônibus
no lugar certo!...

dalila balekjian
do livro meta  morfoses
dalila balekjian
Enviado por dalila balekjian em 07/10/2007
Código do texto: T684753
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dalila balekjian
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
47 textos (1145 leituras)
7 e-livros (129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 02:32)
dalila balekjian