Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Karênina ou Traças têm Bom Gosto!



Receio,
Que antes que partas,
Não arrumes teus laços;
Não ates teus cadarços;
Nem arrumes teus cabelos; 
Não arrumes teus vestidos;
Nem te lembres do meu nome nos tecidos,
Nos teus bordados.

Receio,
Que após tua despedida ter,
Não possa mais te ouvir;
Não possa mais te ver;
Nem possa nunca mais te sentir;
E disto fique a desejar somente o querer.

Creio,
Que finda aqui as tuas juras;
Que finda aqui nossas amarguras;
Que finda então a presença dura;
De toda troca de candura;
De toda a troca que me cura.

Karênina;
Tu és mais que maravilha;
Tu és mais que armadilha;
És mais que formosura;
És mais que simples literatura.
És um terrível vazio na estante.
E isso não preencho nem com um infante.

Karênina;
Perdoes se lágrimas derramo com gosto,
Se nem tudo de ti aqui está posto,
Apenas te peço que não faças
O que me fazem as malditas traças:
Comeram tuas páginas dando-me um maldito desgosto.
E agora, as letras que te sobram, no lixo está posto.
Minhas últimas palavras são as que me servem de consolo:
Ao menos as traças, por livros, têm bom gosto!
Blog Dois Pernods
Enviado por Blog Dois Pernods em 07/10/2007
Reeditado em 07/10/2007
Código do texto: T684829

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Blog Dois Pernods
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
166 textos (22565 leituras)
7 áudios (3437 audições)
7 e-livros (336 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 16:03)
Blog Dois Pernods